domingo, 8 de agosto de 2010

1968 - Tropicália ou Panis Et Circenses



Como prometido, hoje posto o disco Tropicália ou Panis Et Circenses, de 1968, que deu origem ao movimento conhecido como Tropicália. Encabeçado por Caetano Veloso e Gilberto Gil, a tropicália é um movimento que remete à Semana de Arte Moderna de 1922 em termos de renovação e surgimento de novas idéias, tanto na música, como na literatura e nas artes plásticas. Nesse movimento, estavam engajados Tom Zé, Nara Leão, Os Mutantes e Gal Costa, e trouxeram para a música do final da década de 1960, elementos do rock, a guitarra elétrica e um toque de psicodelismo à sua arte. Destaca-se também que é um movimento contrário à Bossa Nova, visto que suas letras e músicas são carregadas de forte apelo social e vontade de mudança, luta pela liberdade. Deste disco, destaco "Lindonéia", por Nara, "Parque Industrial", por Caetano, Gal, Gil e Os Mutantes, "Três Caravelas", por Caetano e Gil, "Baby", por Gal Costa, "Geléia Geral" por Gil e, a faixa-título do disco, "Panis Et Circenses", com Os Mutantes.

1 - Miserére Nóbis - Gilberto Gil
2 - Coração Materno - Caetano Veloso
3 - Panis Et Circenses - Os Mutantes
4 - Lindonéia - Nara Leão
5 - Parque Industrial - Gal Costa, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Os Mutantes
6 - Geléia Geral - Gilberto Gil
7 - Baby - Gal Costa e Caetano Veloso
8 - Três Caravelas - Caetano Veloso e Gilberto Gil
9 - Enquanto Seu Lobo Não Vem - Caetano Veloso
10 - Mamãe, Coragem - Gal Costa
11 - Bat Macumba - Gilberto Gil
12 - Hino Do Senhor do Bonfim - Gilberto Gil, Gal Costa, Caetano Veloso e Os Mutantes

Um comentário:

  1. Pesquisando sobre Caetano e a Tropicália encontrei o blog, grata surpresa!!

    ResponderExcluir